quarta-feira, setembro 15, 2021

A palavra



A palavra nem sempre está em lugar certo.
Pode estar no vento, nos ecos ou no silêncio,
no céu, no mar ou nas asas dos pássaros.
A palavra move-se, soletra-se,
mas, por vezes, resvala para o
abismo das emoções.
Tantas são as palavras
que não ousamos pronunciar.
Tantas são as palavras
que fingimos ignorar.
A palavra é a voz
que, quando bem silabada,
se deve preservar e contemplar
como se fora um tesouro.


Texto
Ailime
14.09.2021
Imgem Google

19 comentários:

  1. Poema deslumbrante que me fascinou ler.
    .
    Um dia feliz … cumprimentos.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde de paz, querida amiga Ailime!
    Lindo e verdadeiro!
    "Tantas são as palavras
    que fingimos ignorar."
    Pelo nosso egoísmo...
    Palavra tem poder, demos ao outro nossas melhores palavras.
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos com carinho de gratidão

    ResponderEliminar
  3. Belíssimo poema!

    A palavra é a essência do poeta. É o veículo do seu sentir, e das suas emoções.

    Gostei muito, amiga Ailime.
    Parabéns!

    Continuação de ótima semana!
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Linod e realmente palavras podem ser tesouros encantadores. Beleza, Ailime! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  5. Inspirado poema! É a palavra que materializa os nossos pensamentos. Sem ela, não temos alma. Haverá, no entanto, pensamentos sem palavras? Ou seja, não são às vezes as palavras tão limitaras para expressarmos o que sentimos, por exemplo, ao ler poemas como este? Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Belíssimo, precioso, seu poema, Ailime!!!
    Com certeza, a palavra tem vida e poder!!!
    Beijinhos
    Valéria

    ResponderEliminar
  7. A palavra. Que instrumento melhor para o trabalho do poeta? Às vezes faz-se silêncio para que não esquecermos que ela também pode estar aí, nesse silêncio "no céu, no mar ou nas asas dos pássaros" e também nas emoções que temos. Belíssimo, minha querida Ailime.
    Cuida-te bem.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  8. Ailime, amiga, encontraste o lugar certo para as tuas palavras...

    São, sim, o tesouro dos poetas. Gostei do teu belo poema. Beijinhos.
    ~~~~~

    ResponderEliminar
  9. Muito verdadeiro teu poema sobre a palavra, Aline, ela pode aparecer carregada de amor, de carinho, de apoio como também vir carregada de ódio, de destruição, de desamor. Bom se ela trouxesse mais amor e menos ódio, ou nenhum ódio, mas isso é utopia.
    Gostei muito!!
    Beijinho, querida, um bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  10. Olá, Ailime!
    Passando por aqui, relendo este excelente poema que muito apreciei, e desejar um feliz fim de semana!
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Palavras muito belas e verdadeiras, as tuas, Ailime! Gostei muito.

    Beijinhos e bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  12. Um lindo tesouro as palavras, que súditas atendem aos seus pedidos e revelam emoções e sentimentos belos e profundo. Que elas estejam sempre à sua altura e frente, para encantadas distribuam o bonito e o infindo.
    Lindo canto Ailime.
    Beijo amiga

    ResponderEliminar
  13. Foi um prazer sentir o voo da tua palavra e a emoção à flor da pele.

    Beijos.


    ResponderEliminar
  14. Uma bela inspiração sobre o poder e alcance das palavras... que tanto podem erguer... como destruir... para o universo poético revelam-se e são, uma verdadeira preciosidade, mas na vida real, são um poderoso instrumento para os mais diversos fins...
    Por aqui... aprecia-se sempre o lado mais sublime das palavras... e como elas deveriam ser sempre usadas...
    Um beijinho! Votos de uma feliz e inspirada semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  15. LINDO CANTO, com palavras vivas e sinceras. As palavras bem ditas são riquezas indizíveis.
    Beijinhos...

    ResponderEliminar
  16. A palavra é bem importante e de tal importância que convém não usá_la para magoar alguém pois uma vez que sai... não tem regresso! Bj

    ResponderEliminar
  17. As palavras são poderosas....

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  18. Lindo, Ailime! E acrescento: a palavra dá vida ao sentimento que existe em nós. Meu abraço, amiga; boa semana!

    ResponderEliminar

«Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar».C.L.