quinta-feira, setembro 05, 2019

Nas asas do silêncio



Nas asas do silêncio,
na meditação,
com que sulcas os teus passos
tão leves como asas de borboletas
pé ante pé
elevaste-te
com simplicidade e humildade
aos olhos de Deus.


Texto
Ailime
A Tolentino de Mendonça
05.09.2019
Imagem Google


14 comentários:

  1. Lindo texto, poesia! Foto igualmente bela! bjs, lindo dia! chica

    ResponderEliminar
  2. Simplicidade e humildade são qualidades cada vez mais raras...
    Gostei do seu poema, é magnífico.
    Ailime, tenha um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia de paz, querida amiga Ailime!
    Muito linda forma de elegancia na ascese!
    Gostei muito do seu poema reflexivo.
    Nao vejo a hora de ver seu livro...
    Tenha um dia a mais de crescimento intetior, amiga!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  4. O silêncio, a meditação fazem-nos entrar dentro de nós e ficar mais próximo de tudo o que eleva o nosso coração. Muito belo e reflexivo o teu poema, minha querida Amiga.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Só esses dons podem salvar a humanidade...
    Gostei muito Ailime.
    Um ótimo domingo.
    Beijinhos
    ~~~~

    ResponderEliminar
  6. Quase um poema
    quase uma oraçao
    simplicidade e paz foi o que me transmitiu
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  7. Belo!!! Dizem que o silêncio vale ouro; creio que nas asas do silêncio voamos com leveza celestial...
    Palavras profundas e livres como as borboletas... Puxa, 👏👏👏!
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Boa noite amiga Ailime!
    Desconhecia este seu blogue poético,
    são lindos os seus poemas adorei…
    já o estou seguindo, vamos ver se aparecem na minha página
    os seus postes:) porque tenho tido muitas dificuldades com o meu P.C.
    Não sei o que é que se passa com ele!
    Tenha uma Santa e feliz semana… Beijinho com carinho!

    ResponderEliminar
  9. Simples e profundo, Ailime! Ainda mais completo, quando apreciado em conjunto com essa bela imagem. Tudo, aqui, nos fala do Coração do Universo. Meu abraço, amiga; boa semana.

    ResponderEliminar
  10. Hoje vim informar que já faz parte da minha galeria de poetizas.
    Aqui
    https://amulhereapoesia.blogspot.com/2019/09/ailime.html
    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Boa semana, minha amiga; aguardo o próximo post.

    ResponderEliminar

«Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar».C.L.