segunda-feira, abril 08, 2019

Nos dias avessos à luz


Nos dias avessos à luz 
descubro veredas por entre florestas sombrias 
que me lembram o tempo 
em que caminhavas desamparado 
como se o mundo te renegasse 
o chão, que pesadamente pisavas 
como se não houvesse relâmpagos, 
nem pássaros, nem silêncios, nem palavras  
a rasgar as manhãs, que os teus olhos guardavam. 
Das tuas mãos, em gestos simples, 
as flores desprendiam-se como asas 
que ninguém via que ninguém ouvia. 
Apenas tu lhes conhecias a cor. 


Texto
Ailime 
08.04.2019 
Imagem Google

21 comentários:

  1. Um belo caminhar envolto em poesia!!! Bj e gostei de ler!bj

    ResponderEliminar
  2. Boa tardinha de paz na nova semana, querida amiga Ailime!
    O Amor invisível é o mais lindo e fica escondido pois ninguém sabe a quem é dirigido tanto Amor.
    Lindo poema como só você sabe fazer assim do seu jeito profundo e reflexivo!
    Tenha dias de serenidade e alegrias!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    https://espiritual-marazul.blogspot.com/

    http://www.escritosdalma.com.br/

    http://www.idade-espiritual.com.br/


    ResponderEliminar
  3. Maravilhosa em toda sua profundidade,Ailime! Adorei! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Profundamente escreveste versos que leio e releio, com vontade de captar sentimentos guardadíssimos... Hummm!
    O meu abraço... És querida e admirada por mim...

    ResponderEliminar
  5. Que dizer deste poema, Ailime. Deixou-me maravilhada.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Muito lindo, Ailime! Em verdade, apenas cada um de nós pode saber a cor das flores que se desprendem como asas, do nosso verdadeiro Eu! Boa semana, minha amiga.

    ResponderEliminar
  7. As flores a desprenderem-se das mãos em gestos simples que se transformam em asas. Olhos que guardam silêncios e palavras e pássaros que rasgam as manhãs… Tudo isto transforma este poema em delicada beleza. Parabéns, minha querida Amiga Ailime!
    Um grande beijo.

    ResponderEliminar
  8. Os dias podem parecer avessos à luz,mas há sempre alguém que, pela poesia, desbrava esse desconhecimento ou aversão e o transforma em cor, como fez a Ailime.
    Parabéns!
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Parabéns, Ailime, pelo belo poema, o qual transcrevo o seu final:

    "Das tuas mãos, em gestos simples,
    as flores desprendiam-se como asas
    que ninguém via que ninguém ouvia.
    Apenas tu lhes conhecias a cor."


    Uma boa continuação da semana, Ailime.
    Beijo.
    Pedro

    ResponderEliminar
  10. Muito sentido, muito expressivo e muito belo.
    Foram bons momentos de leitura que agradeço.
    Tudo bom, Amiga.
    Beijinhos
    ~~~~

    ResponderEliminar
  11. Silêncios que despertam palavras sentidas
    Bj

    ResponderEliminar
  12. Uma pazerosa leitura, versos fortes sobejando inspiração.
    bom findi!

    Boa nite Ailime,

    Bjsss

    ResponderEliminar
  13. A incertezas do presente... revestidas de um sublime olhar poético!...
    Magnífica inspiração, Ailime!
    Beijinhos! Feliz fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  14. poema encantador. de um belo e suave lirismo

    beijo

    ResponderEliminar
  15. Meu abraço, amiga; aguardo o próximo post e te desejo uma boa semana!

    ResponderEliminar
  16. Belo.
    Muitas vezes as indiferênças e os vazios cercam auroras que querem despontar, e não lhes querem dar espaço para surgir. É preciso nunca esmorecer e persistir.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  17. Há certo dia que são assim amiga.
    Lindo poema na fresta de luz da janela sobre a rua.
    Meu abraço com carinho.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  18. Um dos teus melhores poemas.
    Fiquei encantado com o talento poético que as tuas palavras revelam.
    Ailime, um bom fim de semana e uma Páscoa feliz.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  19. Passando a fim de desejar uma Excelente Páscoa. Com muito amor. Paz. Harmonia. Confraternização. Compreensão, e que todos os sonhos se renovem. Que seja extensivo aos vossos familiares e amigos. Obrigada por estarem sempre comigo.
    *
    Para todos uma Santa Páscoa.
    +
    Que todos os nossos/ vossos sonhos se renovem

    Beijos e Abraços

    ResponderEliminar
  20. Mais do que a inteligência, precisamos da afeição e doçura.
    (Charles Chaplin)

    Feliz Páscoa, amiga querida Ailime!
    Bjm carinhoso e pascal

    ResponderEliminar

«Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar».C.L.