terça-feira, abril 10, 2018

Liberdade dos gestos


Há na liberdade dos gestos
o brilho da alvorada
que ilumina os olhares
e incendeia o horizonte
como relâmpagos
a cintilar no firmamento
o voo arrojado dos pássaros
que sobrevoam as marés
na amplitude dos gestos
despojados de silêncios.

Texto
Ailime
10.04.2018
Foto: Google

15 comentários:

  1. Um show de inspiração na poesia e de beleza na foto!Tu escreves muito bem! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Que bela inspiração Ailime!
    Bela foto.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. Olá, querida amiga Ailime!
    Gestos delicados e silenciosos são aprazíveis demais e nos encantam à medida que são pura delicadeza de quem nos oferta...
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Bjm de paz e bem

    ResponderEliminar
  4. A liberdade dos gestos. Aquela que nos assemelha às aves que voam livres indiferentes a tanta desumanidade...
    Lindo, o teu poema, minha querida Ailime.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Um poema encantador que nos indica que gestos podem muito nos mostrar, principalmente. quando plenos de ternura.
    Um abraço.
    Élys

    ResponderEliminar
  6. Ailime perante tão belo e nostálgico olhar ... a inspiração da poetisa permitiu um pequeno poema lindo de se ler!!!bj

    ResponderEliminar
  7. Sempre belos os seus gestos

    ResponderEliminar
  8. Sempre belos os seus gestos

    ResponderEliminar
  9. E não há liberdade nas palavras se não houver liberdade nos gestos...
    Excelente poema, parabéns.
    Bom fim de semana, amiga Ailime.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  10. Mais uma bela amostra, querida amiga, do universo de poesia que vive em tua alma! Lindo post, boa semana.

    ResponderEliminar
  11. Boa noite Ailime!
    Tão lindo teu poema.
    Uma foto tão bem casada com o poema.
    Boa semana!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  12. Lindíssimo! Deixemos que o voo arrojado dos pássaros nos liberte os gestos, para que brotem para lá dos silêncios.

    Beijinhos, amiga Ailime.

    ResponderEliminar
  13. muito belo o poema.
    de uma musicalidade sublime

    abraço

    ResponderEliminar
  14. Belas e profundas palavras! A imagem é preciosa e você abençoou o meu coração com uma mensagem de vida...
    Beijos e lindo fim de semana

    ResponderEliminar

«Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar».C.L.