quinta-feira, dezembro 24, 2009

Votos de um Feliz e Santo Natal

"Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor"
Com o meu carinho para todos vós.

Ailime

24.12.2009


quinta-feira, dezembro 17, 2009

Da terra



Da terra húmida e perfumada
Pelo aroma da tua ausência
Há-de germinar o fruto
Da semente que em ti plantei.

Ailime
17-12-2009

terça-feira, dezembro 01, 2009

Eu queria trazer-te uns versos muito lindos

"Eu queria trazer-te uns versos muito lindos
colhidos no mais íntimo de mim...
Suas palavras
seriam as mais simples do mundo,
porém não sei que luz as iluminaria
que terias de fechar teus olhos para as ouvir...
Sim! Uma luz que viria de dentro delas,
como essa que acende inesperadas cores
nas lanternas chinesas de papel!
Trago-te palavras, apenas... e que estão escritas
do lado de fora do papel...Não sei, eu nunca soube o que dizer-te
e este poema vai morrendo, ardente e puro, ao vento
da Poesia...
como
uma pobre lanterna que incendiou!"

Poema de Mário Quintana
Imagem obtida na Net

segunda-feira, novembro 23, 2009

Continuarei

Não conheço o autor desta mensagem mas recebi-a de uma amiga por e-mail em formato pps. e achei -a lindíssima e gostaria de partilhá-la com todos vós, que me têm dado provas de tanta amizade.
Com um beijinho meu.
"Continuarei a acreditar, mesmo que todos percam a esperança.
Continuarei a amar, ainda que os outros gotejem ódio.
Continuarei a construir, ainda que os outros destruam.
Continuarei a falar de Paz, ainda que no meio de uma guerra.
Continuarei a iluminar, mesmo no meio da escuridão.
Continuarei a semear, ainda que os outros pisem a colheita.
E continuarei a gritar, ainda que os outros se calem.
E desenharei sorrisos, nos rostos com lágrimas.
E transmitirei alívio, quando veja a dor.
E oferecerei motivos de alegria, onde só haja tristezas.
Convidarei a caminhar aquele que decidiu parar.
E levantarei os braços, aos que se sentirem exaustos.
Porque no meio da desolação, sempre haverá uma criança que nos olhará, esperançada, querendo algo de nós, e ainda que no meio de uma tormenta, por algum lado sairá o sol e no meio do deserto crescerá uma planta.
Sempre haverá um pássaro que nos cante, uma criança que nos sorria e uma borboleta que nos brinde com a sua beleza.
Mas...se algum dia vires que já não caminho, não sorrio ou me calo, apenas aproxima-te e dá-me um beijo, um abraço ou oferece-me um sorriso.
Isso será suficiente, pois seguramente me terei esquecido de que a vida me acabrunhou e me surpreendeu por um momento.
Só um gesto teu fará que volte ao meu caminho.
Nunca o esqueças........"
Autor: desconhecido
Imagem: gentileza da Net

domingo, novembro 15, 2009

Mares

Mergulhei num mar imenso,
De turbulências infindas
E o grito ficou preso
Nos corais da tua infância.
Tento libertar-me das águas
Que me entorpecem a voz,
Mas o mar encrespado
Não escuta a minha súplica.
Vou continuar imersa
Rasgando os oceanos,
Até que o grito se solte
Numa praia de areal azul.
Ailime,
em 15.11.09
o1h30h

Imagem: gentileza da Net.

sexta-feira, novembro 06, 2009

Espero


"Espero sempre por ti o dia inteiro,
Quando na praia sobe, de cinza e oiro,
O nevoeiro
E há em todas as coisas o agoiro
De uma fantástica vinda."



Poema de Sophia de Mello Breyner
Imagem: gentileza da Net

domingo, novembro 01, 2009

Poema de Charles Chaplin (musicado-tema Luzes da Ribalta)

Hoje, no canto_meu partilho com todos vós, este poema em vídeo, do Grande Charles Chaplin, que recebi de uma amiga em formato pps. e que apreciei bastante.
Com todo o meu carinho,
Ailime

sábado, outubro 24, 2009

Já se faz tarde

Já se faz tarde
E a noite avança.

Vou caminhar
Imersa no silêncio
Que irrompeu na
Minha estrada.

Já se faz tarde e
Aprisiono o grito
Que as montanhas
Ainda ecoam
Como vento atroz
Emanado de mim.

Já se faz tarde.
Quero banir este cálice
Que me consome e
Tortura.

Já se faz tarde....
E a noite é muito longa.

Hoje...já se fez tarde!
E a noite aconteceu.
De novo.

Ailime
24.10.09

Imagem: gentileza da Net
Obra: O grito de Munch

sexta-feira, outubro 16, 2009

Orvalho

Enquanto passeio a memória
pelo chão da tua infância
o orvalho da manhã
vai desfiando pérolas
que alastram no meu peito
como máculas profundas

Ailime
(15.10.09
0H49m

segunda-feira, outubro 05, 2009

Hoje é o dia

Hoje é o dia em que as palavras se soltam
para bailarem ao sabor do vento.
Hoje é o dia em que a minha alma canta
o Outono, nas folhas douradas
dos plátanos caídas no chão.
Hoje é o dia em que me propus ser feliz,
porque no teu olhar me pressinto.
Ailime (05-10-09 - 11h)
Imagem obtida na net

quinta-feira, outubro 01, 2009

Sacode as nuvens

Sacode as nuvens que te poisam nos cabelos,
Sacode as aves que te levam o olhar.
Sacode os sonhos mais pesados do que as pedras.

Porque eu cheguei e é tempo de me veres,
Mesmo que os meus gestos te trespassem
De solidão e tu caias em poeira,
Mesmo que a minha voz queime o ar que respiras
E os teus olhos nunca mais possam olhar.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Imagem obtida na net

domingo, setembro 20, 2009

A coisa mais bela

Esta mensagem foi-me enviada em formato PPS por uma amiga.
Li-a há momentos e compartilho convosco.
Um bom domingo para todos!

"Queria tanto ser flor
e fui espinho.

Queria tanto ser sorriso
e fui fardo.

Queria tanto ser amigo
e fui só eu.

Queria tanto ser a paz
e fiz a guerra.

Queria tanto ser amor
e nada aconteceu.

(Recebe, Senhor,
em tuas mãos, a minha súplica
de misericórdia e perdão)

Agora que me fizeste saber, Senhor,
preciso da tua ajuda para conseguir ser!

Eu não sabia que:

A coisa mais fácil é...ENGANAR-ME!
O maior erro é deixar-me ....ARRASTAR!
O dia mais belo é o dia de...HOJE!
A maior urgência é...COMUNICAR!
O maior presente é...O PERDÃO!
O gesto mais bonito é o...SORRISO!
O que dá mais prazer é...SER ÚTIL AOS OUTROS!
A coisa mais bela e
a mais fácil que há
no mundo é ...O AMOR!."
Imagem obtida na Net

terça-feira, setembro 15, 2009

Gotas de água

Hoje reparei que algumas lágrimas rolavam pelo teu rosto.
Perguntei-te porque choravas.
Respondeste-me:
- Não estou a chorar.
Foi o mar que veio afagar-me.

Ailime, em 15.09.2009
Imagem obtida na net

quinta-feira, setembro 10, 2009

Hino à Alegria

Há dias celebrámos o Aniversário do nosso filho mais velho, que embora se encontre ausente no estrangeiro, está sempre presente nos nossos corações.
Hoje temos a suprema felicidade de comemorar o Aniversário do nosso filho mais novo.
A alegria de ser mãe é enorme e resolvi partilhar convosco, com todo o meu carinho, este hino (pequeno excerto da 9ª Sinfonia de Beethoven) que muito aprecio e que dedico aos meus filhos com todo o meu afecto.

quarta-feira, setembro 02, 2009

Ser Feliz - Fernando Pessoa

Gosto muito de poesia e Fernando Pessoa é um dos meus poetas preferidos.
Partilho convosco um dos seus geniais poemas:

"Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver
Apesar de todos os desafios,
Incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas
E se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si,
Mas ser capaz de encontrar um oásis
No recôndito da sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um “não”.
É ter segurança para receber uma crítica,
Mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou
Construir um castelo ..."

De: Fernando Pessoa
Imagem obtida na Net

domingo, agosto 23, 2009

Obrigada, por serem meus amigos!


Grata por me visitarem.
Ailime

"A vida é um privilégio.
Quem pode abater a altivez das montanhas ou deter
a marcha das estrelas?

Deixar que as coisas sejam,
nisso reside a fonte da paz.

Respeitar as coisas pequenas.
As grandes fazem-se respeitar por si mesmas".

****************************************

"Há gestos que são inequivocamente,
portadores de carinho: um sorriso,
uma breve visita, uma pergunta sincera:
«Como vai essa vida?»,
«Como te sentes hoje?», um pequeno serviço,
viver com o coração nas mãos.
É tão fácil fazer uma pessoa feliz!
Basta uma palavra, um gesto,
um sorriso, um olhar.
Que formosa «profissão» esta
de fazer os outros felizes,
nem que seja por um momento!
Levar alegria ao próximo,
que tarefa fácil e tão sublime!"

In "Sentido da Vida"
Ignacio Larrañaga
Imagem obtida na Net

segunda-feira, agosto 17, 2009

Aniversário...


Meus amigos (as), hoje celebro mais um ano de vida!
Não sou muito dada a festas, mas quero dar graças a Deus pelo dom da vida e gostaria que partilhassem comigo este dia!
Embora vá trabalhar, deixo aqui o meu bolo de aniversário e champanhe para fazermos um brinde!
Sintam-se em casa e espero que o bolo seja do vosso agrado e que o champanhe esteja bem fresquinho!!! :))


Aproveito para agradecer a honra com que me têm distinguido com as vossas visitas, deixando sempre palavras tão amáveis e carinhosas.
Saúdo também com ternura quem passa por aqui em silêncio.
O meu bem-haja a todos!
Deixo-vos um beijinho de muita amizade.
Com todo o meu carinho,
Emília (Ailime)
(Imagens cedidas gentilmente pela Net)


sábado, agosto 15, 2009

Reflexão, apenas...


Hoje, com Maria vou olhar
o meu passado com complacência.
Contemplá-lo-ei sem hostilidade.
O que sucedeu na minha infância,
nos anos agitados da minha juventude,
os meus primeiros desenganos, que
tanto me doeram e também alguns fracassos.
Decisões injustas e arbitrárias
tomadas sobre a minha pessoa.
Alguns factos que gostaria de não recordar.
Pessoas que me poderão ter influenciado
de forma menos positiva.
Alguns lamentáveis equívocos....

Mas, não vou esquecer que na minha vida
também têm existido prodígios e maravilhas.
Tudo está consumado!
Vou aceitar tudo agradecida.
Vou assumir em paz tudo quanto Deus permitiu
e vou depositar nas Suas Mãos,
e, sob a protecção divina de Sua Mãe ,
a maravilhosa dádiva
que é a minha vida.

(Este texto foi elaborado a partir de uma reflexão inserida
no livro: “O Sentido da Vida”, de Ignacio Larrañaga (Reflexões
)).
16-08-2009


Imagem obtida na Net

domingo, agosto 09, 2009

Solnado, partiu...


No meu cantinho, quero deixar a minha simples homenagem a Raul Solnado.
Falar de Raul Solnado não é difícil:
- Um Grande Homem
- Um grande Actor!
Habituei-me a ouvir as suas “histórias” na rádio ainda criança e ficava fascinada com a “história da guerra”, a “história da minha vida”, a “ida ao médico” e tantas outras que me deixavam muitas vezes a pensar no significado daqueles relatos que devido à minha pouca idade não entendia lá muito bem!
Recordo com saudade a sua portentosa interpretação de “Malmequer” no programa ZIP ZIP nos finais da década de 60 e de ter chorado ao ouvi-lo.
Não me considero uma pessoa com muito sentido de humor mas devo confessar que admirava muito Raul Solnado.
Através da Televisão, do Teatro e do Cinema, aprendi a amar e admirar este homem dotado de um ser e uma forma de comunicar tão peculiares!
Apreciava a sua humildade, característica dos seres Enormes como ele sempre foi!
Um beijinho Raul. Até sempre.
Descanse em Paz!
08-08-2009
Imagem obtida na net

domingo, agosto 02, 2009

Para meus filhos...todos os filhos

Por vezes o ser humano não consegue conter o que lhe vai na alma e diz e ouve coisas que provocam em nós algum desconforto!
Ontem (01-01-2009) alguém a quem muito prezo e tenho considerado como uma pessoa muito educada, referindo-se a um dos meus filhos que é muito alto (tem só 1,99 m!!! de altura e uma alma do seu tamanho), a que acrescento não ser muito comum, mas que gerou a seguinte frase: "conheci o filho mais novo da D. Emília (este o meu verdadeiro nome) e que horror, tão alto"!
Isto passou-se num local público onde pessoas minhas amigas que se encontravam presentes, ficaram a entreolhar-se!
Peço desculpa por este meu desabafo....de mãe galinha.
Para o meu filho muito alto, para o meu outro filho um pouco menos alto e para todos os filhos sejam altos ou baixos, a minha simples homenagem nesta linda canção popularizada por Zeca Afonso, mas aqui na magnífica voz de Dulce Pontes.

domingo, julho 26, 2009

O beijo de Miguel a Sophia


A Câmara Municipal de Lisboa prestou no passado dia 2 de Julho, homenagem a Sophia de Mello Breyner Andresen com a inauguração de um busto, réplica do criado pelo escultor António Duarte em 1950, o descerramento de uma placa toponímica no miradouro e a colocação do poema “Lisboa” no largo da Igreja do Convento da Graça.

A propósito deste evento, seu filho, Miguel Sousa Tavares, respondendo a um jornalista disse : “Era um largo que estava morto e que agora ficou bem mais bonito graças a uma presença com significado”, admitindo que “quando quiser dar um beijo à minha mãe basta vir à Graça”...

sábado, junho 27, 2009

Olhares




Ali, sentada ao entardecer,
Vou refrescar os meus pés
Na mansidão das águas do rio
E vou olhar-te profundamente
Até o sol alastrar de novo.




Ailime, em 27-06-2009às 23h43m
Imagem obtida n net

sábado, junho 20, 2009

"Imortais" - Mafalda Veiga

Porque gosto de partilhar convosco....um pouco de mim, um pouco dos meus sentires deixo-vos um tema de Mafalda Veiga, que me toca bastante.
Já devem conhecer, como eu conhecia, mas só há dias me detive verdadeiramente no poema que acho maravilhoso e me mereceu alguma reflexão.



"Por mais que a vida nos agarre assim
Nos troque planos sem sequer pedir
Sem perguntar a que é que tem direito
Sem lhe importar o que nos faz sentir

Eu sei que ainda somos imortais
Se nos olhamos tão fundo de frente
Se o meu caminho for para onde vais
A encher de luz os meus lugares ausentes

É que eu quero-te tanto
Não saberia não te ter
É que eu quero-te tanto
É sempre mais do que eu te sei dizer
Mil vezes mais do que eu te sei dizer

Por mais que a vida nos agarre assim
Nos dê em troca do que nos roubou
Às vezes fogo e mar, loucura e chão
Ás vezes só a cinza do que sobrou

Eu sei que ainda somos muito mais
Se nos olhamos tão fundo de frente
Se a minha vida for por onde vais
A encher de luz os meus lugares ausentes

É que eu quero-te tanto
Não saberia não te ter
É que eu quero-te tanto
É sempre mais do que eu sei te dizer
Mil vezes mais do que eu te sei dizer"

Composição: Mafalda Veiga

domingo, junho 14, 2009

Sê...


"Se não puderes ser um pinheiro no topo da colina,
Sê um arbusto no vale - mas Sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore,
Se não puderes ser um ramo, Sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

************
Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas um senda.
Se não puderes ser sol, Sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas Sê melhor do que quer que sejas."

De: Douglas Malloch
Imagem obtida na net

terça-feira, junho 09, 2009

10 de Junho - Dia de Camões, Portugal e das Comunidades Portuguesas



"Camões, grande Camões, quão semelhante

Acho teu fado ao meu, quando os cotejo!

Igual causa nos fez, perdendo o Tejo,

Arrostar co'o sacrílego gigante;


Como tu, junto ao Ganges sussurrante,

Da penúria cruel no horror me vejo;

Como tu, gostos vãos, que em vão desejo,

Também carpindo estou, saudoso amante.


Ludíbrio, como tu, da Sorte dura

Meu fim demando ao Céu, pela certeza

De que só terei paz na sepultura.



Modelo meu tu és, mas... oh, tristeza!...

Se te imito nos transes da Ventura,

Não te imito nos dons da Natureza."



Bocage, in 'Rimas'

Imgem obtida na net

sexta-feira, junho 05, 2009

Uma nova geração de tenores

Partilho com todos vós este vídeo onde poderão constatar as vozes sensacionais destes três jovens: “Trio Ginoble-Boschetto-Barone”.
Têm apenas entre catorze e quinze anos!
Maravilhoso, simplesmente...e que me deixaram sem palavras.


sábado, maio 23, 2009

Chamo-te


"Chamo-Te porque tudo está ainda no princípio
E suportar é o tempo mais comprido.


Peço-Te que venhas e me dês a liberdade,
Que um só de Teus olhares me purifique e acabe.


Há muitas coisas que não quero ver.
Peço-Te que sejas o presente.


Peço-Te que inundes tudo.
E que o Teu reino antes do tempo venha


E se derrame sobre a Terra
Em Primavera feroz precipitado."


Sophia de Mello Breyner Andresen

domingo, maio 17, 2009

Mulheres eleitas pela primeira vez para o parlamento

" As mulheres foram eleitas para o Parlamento do Kuwait pela primeira vez na história deste rico emirato do Golfo após as eleições legislativas de sábado, segundo os primeiros resultados oficiais hoje publicados.
As candidatas liberais Aseel al-Awadhi e Rula Dashti, que completaram os seus estudos nos Estados Unidos, fazem parte das dez deputadas eleitas no terceiro distrito eleitoral.
Awadhi conquistou a segunda posição e Dashti foi sétima.
Duas outras mulheres tiveram fortes possibilidades de ser eleitas noutros distritos.
Dezasseis mulheres figuravam entre os 210 candidatos nas eleições legislativas.
O país está dividido em cinco distritos eleitorais que elegem cada um dez deputados.
Estas eleições antecipadas foram convocadas após a dissolução do Parlamento, em Março, pelo emir, o xeque Sabah Al-Ahmad Al-Sabah, pela terceira vez desde Maio 2006, devido a querelas à repetição entre legisladores e o governo."


(Notícia da Lusa, publicada no Expresso de hoje)
(Tomei conhecimento desta notícia no Blog
http://urbanidades-madeira.blogspot.com/

quinta-feira, maio 14, 2009

Conheça a ASTA


Conheça a ASTA, fruto do amor de uma Mãe, que um dia deixou tudo e prosseguiu uma nova vida para se dedicar por inteiro a seu filho e outros jovens com deficiência mental.
Esta Associação situa-se em Cabreira do Côa – Concelho de Almeida, Distrito da Guarda.
Vale a pena conhecer. Bem-haja.
14.05.2009

sexta-feira, maio 08, 2009

Cruzo a cidade...


Cruzo a cidade que já não é minha,
Onde me sinto forasteira
Num constrangimento infindo!
Nos olhares que se entrecruzam
Nos rostos, descorados pela fadiga,
Perscruto o indelével sofrimento
Dum amanhã sem retorno.
Ouço passos apressados
De quem deambula sem rumo,
Arrastando crianças em pranto
No meio do caos instalado.
Em esquinas manchadas de dor
Jazem corpos inanimados,
Esperando apenas, talvez
Um gesto, que tardará em chegar.
Ailime
08.05.2009
Imgem obtida na net

domingo, maio 03, 2009

Para minha mãe

Com um beijinho para minha Mãe, para todas as Mães, para todas as Mulheres.

Mãe, que ainda menina
geraste no ventre o silêncio
do teu amor, encantado.

Mãe, que enfrentaste o mundo
mostrando a evidência
do que antes era pecado.

Mãe, benevolente que foste
calando o sofrimento
que te consumia de dor.

Mãe, que atravessaste o tempo
transportando no regaço
o preço da tua inocência.

Mãe, que foste e ainda és
uma mulher de coragem,
tolerante para com a vida.

Mãe, hoje, quero dizer-te obrigada,
quero dizer-te com carinho,
que sou um ser feliz,
porque não desististe de mim.

Ailime, em 02.05.2009
23h29m

sexta-feira, maio 01, 2009

1º de Maio - Dia Mundial do Trabalhador


Com mãos se faz a paz se faz a guerra.
Com mãos tudo se faz e se desfaz.
Com mãos se faz o poema – e são de terra.
Com mãos se faz a guerra – e são a paz.

Com mãos se rasga o mar. Com mãos se lavra.
Não são de pedras estas casas mas
de mãos. E estão no fruto e na palavra
as mãos que são o canto e são as armas.

E cravam-se no Tempo como farpas
as mãos que vês nas coisas transformadas.
Folhas que vão no vento: verdes harpas.

De mãos é cada flor cada cidade.
Ninguém pode vencer estas espadas:
nas tuas mãos começa a liberdade.

As mãos
De: Manuel Alegre

Imagem obtida na net

sábado, abril 25, 2009

25 de Abril de 1974

"Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
livres habitamos a substância do tempo "

De:
Sophia de Mello Breyner Andresen

sexta-feira, abril 24, 2009

Este canto_meu

"As flores não nascem sem o calor do Sol. Também os homens precisam da amizade para viver. (Phil Bosmans)"!

Neste canto_meu virei de vez em quando colocar algumas de outras coisas de que também gosto e que são parte de mim:

- As minhas músicas, pequenos "recortes de jornais" ou excertos de livros que aprecio, (poesia incluída), pequenos apontamentos sobre factos do dia a dia, algumas reflexões, acontecimentos marcantes, enfim um pouco daquilo de que gosto e sinto na minha vivência do quotidiano.

Serão todos muito bem-vindos e conto com o vosso carinho, com a vossa amizade!

Bem-hajam.