domingo, agosto 09, 2009

Solnado, partiu...


No meu cantinho, quero deixar a minha simples homenagem a Raul Solnado.
Falar de Raul Solnado não é difícil:
- Um Grande Homem
- Um grande Actor!
Habituei-me a ouvir as suas “histórias” na rádio ainda criança e ficava fascinada com a “história da guerra”, a “história da minha vida”, a “ida ao médico” e tantas outras que me deixavam muitas vezes a pensar no significado daqueles relatos que devido à minha pouca idade não entendia lá muito bem!
Recordo com saudade a sua portentosa interpretação de “Malmequer” no programa ZIP ZIP nos finais da década de 60 e de ter chorado ao ouvi-lo.
Não me considero uma pessoa com muito sentido de humor mas devo confessar que admirava muito Raul Solnado.
Através da Televisão, do Teatro e do Cinema, aprendi a amar e admirar este homem dotado de um ser e uma forma de comunicar tão peculiares!
Apreciava a sua humildade, característica dos seres Enormes como ele sempre foi!
Um beijinho Raul. Até sempre.
Descanse em Paz!
08-08-2009
Imagem obtida na net

10 comentários:

  1. ____________________________________________


    ...é! As pessoas vem e partem...Deixando atrás de si, um rastro de luz ou sombra... Felizes aqueles que nos deixam a luz!

    Beijos no coração e um domingo feliz!!!

    _____________________________________________

    ResponderEliminar
  2. Querida Amiga,

    Bem bonita esta homenagem a este Ser particularmente "Solidário"que continua noutra dimensão...mas continuando a brilhar e fazendo o nosso Céu ainda mais brilhante.

    Pena é que Portugal tenha perdido mais uma estrela cintilante.

    Santo Domingo em Cristo Jesus.
    Bjs.
    Mer

    ResponderEliminar
  3. Maravilhosa Amiga:
    Achei delicioso da sua parte, homenagear Raul Solnado.
    Também eu o considero assim.
    Perdemos um valor ímpar do espectáculo e da Arte de fazer rir. Desde a Comédia ao palco artístico de todos os sonhos. Esteve em todos e em todo o lado.
    Parabéns Raúl! Deus está contigo.
    Beijinhos amigos satisfeitos para si, amiguinha, porque considero que ele se imortalizou na memória constantemente presente de todos nós.
    Bem-Haja amiga, por gestos ímpares como o seu.


    pena

    ResponderEliminar
  4. Obrigado pela visita
    Hoje estou mesmo de fugida estou cansada andei o dia todo a passear mas não quis dormir sem visitar meus amigos mesmo a correr...
    Um grande perda o nosso Raúl solnado que tive o previlégio de conhecer pessoalmente...

    Nunca se esqueça que recordar um momento feliz
    é guardar no fundo do coração uma lágrima de saudade..."

    Bom inicio de semana

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Amiga,que perda realmente,como artista como pessoa era Raul é daqueles seres que são raros tinha tantas qualidades.Mas Deus quis que fosse para junto do Pai lá esperará por nos no ceu.Beijinho grande,

    ResponderEliminar
  6. Partilhemos a saudade da pessoa e recordemos o génio.Boas férias para si, se for caso disso

    ResponderEliminar
  7. Amiga

    Sem dúvida que deixas aqui uma linda e sentida homenagem a um grande homem e a um grande artista.

    Um abraço Raul

    Para ti amiga

    Deixo-te um beijo e um agradecimento pelas tuas sempre presentes palavras em meu espaço

    Luis

    ResponderEliminar
  8. O Raul não morreu, vive em cada lembrança do seu profissional e tão pessoal jeito" de ser!

    Obrigado AIlime pla sensibilidade cuidadosamente carinhosa!

    bjos

    Pj

    ResponderEliminar
  9. Ah mas esta calmaria aprisionada
    Sobe ao celeste um frio arrepio
    Entre o mar e as negras pedras
    Vive um coração de onde escorre um rio
    Onde moram sereias douradas
    Onde os peixes falam de amor
    Onde as pedras são felizes
    Onde as águas lavam o rancor


    Boa fim de semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar
  10. Como dizes, um grande homem, que vai viver para sempre no legado que deixou.
    Bonita a tua homenagem
    beijinhos

    ResponderEliminar

«Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar».C.L.