sábado, junho 20, 2009

"Imortais" - Mafalda Veiga

Porque gosto de partilhar convosco....um pouco de mim, um pouco dos meus sentires deixo-vos um tema de Mafalda Veiga, que me toca bastante.
Já devem conhecer, como eu conhecia, mas só há dias me detive verdadeiramente no poema que acho maravilhoso e me mereceu alguma reflexão.



"Por mais que a vida nos agarre assim
Nos troque planos sem sequer pedir
Sem perguntar a que é que tem direito
Sem lhe importar o que nos faz sentir

Eu sei que ainda somos imortais
Se nos olhamos tão fundo de frente
Se o meu caminho for para onde vais
A encher de luz os meus lugares ausentes

É que eu quero-te tanto
Não saberia não te ter
É que eu quero-te tanto
É sempre mais do que eu te sei dizer
Mil vezes mais do que eu te sei dizer

Por mais que a vida nos agarre assim
Nos dê em troca do que nos roubou
Às vezes fogo e mar, loucura e chão
Ás vezes só a cinza do que sobrou

Eu sei que ainda somos muito mais
Se nos olhamos tão fundo de frente
Se a minha vida for por onde vais
A encher de luz os meus lugares ausentes

É que eu quero-te tanto
Não saberia não te ter
É que eu quero-te tanto
É sempre mais do que eu sei te dizer
Mil vezes mais do que eu te sei dizer"

Composição: Mafalda Veiga

8 comentários:

  1. De encher o coração!

    Obrigada pela mensagem lá no Partilhas...

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  2. Obrigada pela partilha, por vezes conhecemos as canções e não interiorizamos as letras.
    Bom fim de semana
    Namastê

    ResponderEliminar
  3. Amiga,

    Obrigada, não conhecia...gostei muito do conteúdo.

    Boa entrada para o Solstíico de Verão..

    Beijinhos
    Mer

    Contínuo a receber as suas mensagens para o meu email.
    bjs.

    ResponderEliminar
  4. Querida e Doce Ailime, obrigada por esta partilha. Não conhecia esta música, mas gostei muito de ouvir e ler a letra que é linda!
    Muita luz é o que lhe desejo neste Domingo e na sua vida.
    Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho de alguém que nem sempre consegue estar presente aqui, mas jamais a esquece.
    Obrigada por tudo, minha querida amiga!

    ResponderEliminar
  5. Estimada e Simpática Amiga:
    Sabe, adorei.
    Um majestoso poema saído da sua sensibilidade ímpar...
    Perfeito. Lindo. Notável no seu harmonioso sentir e ser.
    Parabéns sinceros.
    Quanta pureza e beleza imensas.
    Beijinhos imbuídos do meu mais profundo e sentido respeito.
    É brilhante.
    Sempre a estimá-la.

    pena

    OBRIGADO pela sua pura e educada amizade.
    Bem-Haja, genial amiga!

    ResponderEliminar
  6. Ailime!!!
    Desculpa minha falta com vc. Em verdade, estou em falta com todos!
    Aos poucos retorno. Beijos e obrigada pela poesia!
    Tenho muito para aprender.

    ResponderEliminar
  7. Excelente texto e partilha

    Só tenho a agradecer este momento

    Bela poesia

    Com amizade
    Luis

    ResponderEliminar
  8. Nasceu!
    Nascem a todo o instante
    Os sentires vindos da alma
    Tatuados a cada semblante

    Um beijo na tua procura
    Um abraço fica suspenso
    Um sorriso desponta da tristeza
    Um olhar prende o momento


    Bom fim de semana



    Doce beijo

    ResponderEliminar

«Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar».C.L.