terça-feira, outubro 18, 2011

Um poema de Sophia

Um dia, gastos, voltaremos
A viver livres como os animais
E mesmo tão cansados floriremos
Irmãos vivos do mar e dos pinhais.

O vento levará os mil cansaços
Dos gestos agitados irreais
E há-de voltar aos nossos membros lassos
A leve rapidez dos animais.

Só então poderemos caminhar
Através do mistério que se embala
No verde dos pinhais na voz do mar
E em nós germinará a sua fala.

Sophia de Mello Breyner
Ailime
18.10.2011
Imagem da Net

5 comentários:

  1. Lindo!
    Obrigada amiga Ailime

    ResponderEliminar
  2. Hoje minha visita é para anunciar
    uma novo circulo de minha vida.
    Continuarei com as homenagens
    que é a razão do blog (A VIAGEM)
    A imagem escolhida por mim no novo visual
    tem tudo a ver com o futuro, não só do blog,
    mas da surpresa que a qualquer
    momento será anuciada no blog.
    Hoje sou parte da vida de cada
    pessoa amiga e tão amada por mim,
    também sou membro do Clube dos Novos Autores.
    Com muita alegria convido você a paricitipar com
    todos nós do clube também.
    Minha Viagem prossegue amando e acarinhando todas
    minhas lindas amizades.

    Deixando um pedido muito importante para mim.
    Eu não estou deixando vocês ,
    E sim, entrarei na casa de cada um de vocês.
    Conto com o carinho de sempre em meu blog,

    Esteja comigo como sempre estiveram
    Deus estara com você e comigo.
    Segure nas mãos de Deus e na minha e vamos nessa
    Deus já abençoou.
    Com carinho.
    Um feliz final de semana beijos.
    Evanir

    ResponderEliminar
  3. Bonitas letras y preciosa imagen.
    que tengas un feliz fin de semana.
    un abrazo.

    ResponderEliminar
  4. A paz seja contigo!
    Venho deixar-lhe o meu abraço, com o desejo de que Javé lhe abençoe e lhe mantenha sob sua maravilhosa Graça durante toda a semana.
    Que seu domingo seja abençoado!

    http://www.youtube.com/watch?v=VPZLpgkgpkE

    Blog Yehi Or!
    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Amiga querida,
    belo poema da formidável Sophia de Mello Breyner, gosto muito dela!
    Grato pela visita...aquela foto no meu BLOG foi no dia das crianças e o menino é filho de minha afilhada.
    Foi um belo dia!
    Um bjo e meu carinho.

    ResponderEliminar

«Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar».C.L.