segunda-feira, fevereiro 14, 2022

Nas asas do vento



Nas asas do vento                        

ouves o meu canto

que te fala de amor.

Não de um amor qualquer.

Um amor que se rasga no tempo,

que se imprime nas pedras

quando passeamos descalços

a olhar o mar,

que nos acaricia com a espuma

das ondas que, ufanas,

serpenteiam as escarpas

do nosso ser.

No esplendor das águas 

desbravamos  horizontes

até ao entardecer.



Texto
Ailime
13.02.2022
Imagem Google

21 comentários:

  1. Linda foto e poesia para a data festejar! Adorei! beijos, lindo dia por aí! chica

    ResponderEliminar
  2. Bom dia de paz, querida amiga Ailime!
    Não se trata de um Amor qualquer, foi como intitulei um poeminha meu, uma vez.
    Gosto do sentido que escala o amor ímpar, senso, não banal que sabemos reconhecer no grande eterno Amor.
    "Um amor que se rasga no tempo"...
    Ao Amor não efêmero, tudo!
    Um brinde ao seu lindo poema, amiga!
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Um canto que fala de amor e que o vento espalha pelo mundo tão à míngua de um amor que chegue a todos para que todos tenham um horizonte para desbravar. Belíssimo, minha Amiga Ailime.
    Continua a cuidar-te.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Pena que o amor não chegue a toda a parte. À Rússia e à Ucrânia, por exemplo, era uma coisa muito boa.
    Excelente poema.
    Feliz dia dos namorados.
    E boa semana, amiga Ailime.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  5. Olá Ailime!
    Lindo poema de amor.

    Seria bom que o amor estivesse presente em toda a humanidade, para que o mundo fosse mais feliz e mais justo.

    Gostei muito!

    Votos de uma excelente semana!

    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com 9

    ResponderEliminar
  6. Um amor que se imprime na pedra e no tempo,
    com um cariz de amor eterno.

    Palavras belas, amiga Ailime. Escreve com
    Alma e o que diz emociona.

    Beijinhos
    Olinda

    ResponderEliminar
  7. Um belo poema de amor e lindo olhar!
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  8. A imagem é pura poesia e vem suas palavras emoldurando o mais belo dos belos sentimentos com um canto iluminado apaixonadamente carregado de leveza.
    Lindo seja todo amor.
    Bonito Ailime.
    Beijo e paz amiga.

    ResponderEliminar
  9. Que lindo, Ailime!
    Belíssima magia do amor!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde!
    Um poema belissimo a assinalar o dia dos namorados.
    Muito terno e cheio de amor.
    Boa semana, amiga Aillime com muita saúde e inspiração.
    Um beijo
    :)

    ResponderEliminar
  11. Belo poema, Ailime! É, com certeza, nas asas do vento que viajamos, quando nos toca o Amor! Meu abraço, amiga; boa semana.

    ResponderEliminar
  12. Olá Ailime,
    Passando por aqui, relendo este lindo poema que muito gostei, e desejar a continuação de ótima semana.

    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Tão belo Ailime! Gostei muito.

    Dias felizes e inspirados. Beijinhos
    ~~~~~~~

    ResponderEliminar
  14. Olá, Ailime, esse seu poema foi belamente concebido na temática do amor.
    Gostei muito de ler, amiga Ailime.
    Meus parabéns!
    Votos de um ótimo final de semana, com saúde e esperança.
    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Bonito poema, o amor transporta-nos para além de nós mesmos, é graças a ele que podemos sonhar e ter força para ir mais alto, nas asas do vento. Sempre inspirada!!!! 😀

    ResponderEliminar
  16. Olá Ailime,
    Passando por aqui, relendo este lindo poema que muito apreciei, e desejar um Feliz fim de semana, com muita saúde.

    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. O amor, vestido das asas do vento, alça para além do tempo a poesia de poder voar.

    Um abraço. Tudo de bom.
    APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

    ResponderEliminar
  18. Olá Ailime.
    Passando por aqui, parabernizando, por este lindo poema. E desejar uma ótima semana, com muita saúde.

    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  19. Gostei de reler o seu excelente poema.
    Boa semana, amiga Ailime.
    Beijo.

    ResponderEliminar

«Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar».C.L.