domingo, abril 16, 2017

A claridade


Na singularidade da existência
Movo-me por entre muros
Que me asfixiam os passos
Em apertadas veredas,
Num rumar algo imperfeito.

Descubro sóis para além das ameias
Dos muros que me cerceiam
E aprisiono a luz filtrada pelas sombras
(Das velhas árvores envolventes).

E deixo que a claridade me cinja
Num prenúncio de renovação. 

Texto
Ailime
18.04.2012

(Reposição)
Imagem Google

10 comentários:

  1. Que essa tão sonhada renovação aconteça! Linda inspiração e poesia! beijos, linda semana,chica

    ResponderEliminar
  2. Excelente poema! Amei

    Boa Páscoa
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Falas da claridade como um prenúncio de renovação, em cada palavra do teu magnífico poema. Aprisionas a luz filtrada pelas sombras como quem conhece a cumplicidade das palavras... Muito belo!
    Uma boa semana.
    Um beijo, minha Amiga Ailime.

    ResponderEliminar
  4. Profundas, fortes e bonitas palavras!
    Renovação tem muito a ver com a luz e claridade... Caiam os muros e venham novidades singulares...
    Beijinhos e feliz semana.

    ResponderEliminar
  5. Belas as tuas claridades
    Bj meu

    ResponderEliminar
  6. Muito lindo, Ailime! Quantas vezes precisamos filtrar a luz das velhas lembranças, para que uma nova claridade nos envolva! Espero que a sua Páscoa tenha sido ótima, amiga; boa semana!

    ResponderEliminar
  7. Lindo poema, assim como todo seus blogs maravilhosos e belos, com mensagens que encantam a alma. Beijos!

    ResponderEliminar
  8. "As palavras, simplesmente"
    Trouxeram-me ao "Canto Meu"
    Cheios de encantos. O teu
    Canto, Ailime, é quente

    No sentido consequente
    À beleza. Aqui nasceu
    Versos de luz ou de breu,
    Mas versos que a gente sente

    Ser versos de poesia
    Feitos de luz e magia
    "Apertadas na Vereda"

    Do teu poema. Eu diria
    Que a beleza contagia.
    Que teu poema a conceda!

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
  9. Renovar
    e preciso...
    Excelente poema, gostei imenso.
    Boa semana, amiga Ailime.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  10. Boa semana, minha querida amiga; aguardo o próximo post!

    ResponderEliminar

«Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar».C.L.